sábado, 26 de junho de 2010


Tive pelo menos o privilégio de sentir. De experimentar sensações nunca antes sentidas e de mergulhar nelas sem medo.



As decisões às vezes não são fáceis mesmo sabendo que são melhores… A vida é assim mesmo, por vezes traçamos caminhos e nele passeamos esvoaçando alegres e alheios à realidade… mas é certo que ao seu devido tempo a realidade surge. Não cruel, não atroz, apenas surge.


Resta caminhar de rosto alegre pelo que se viveu e na esperança e expectativa de dias ainda mais felizes com mergulhos ainda mais profundos, porque afinal e ao que parece o ciclo repete-se… Bem, pelo menos assim espero :)

2 comentários:

Sammael disse...

se fossem fáceis não se chamavam decisões!!!

bj

Sueli disse...

As decisões precisam ser sempre aquelas que nos colocam (a nós mesmas) no ponto mais alto. Beijão!

Seguidores