quarta-feira, 8 de setembro de 2010

cada um tem a sua forma de amar


e a sua forma de ver o outro.

De julgá-lo porque o seu amor não é sentido da mesma forma que o nosso - nós amamos sempre muuuuito mais!
Somos sempre nós quem damos mais numa relação (e não é? rsrsrs)
Nós estamos sempre mais atentos ao outro que o outro a nós (pois, claro! por acaso vemos com os olhos do outro?)
Temos sempre mais paciência (se assim não for, paciência!).
Cedemos mais vezes (não será porque nos custa ceder, então parece serem mais as vezes?).
Somos sempre e constantemente muito mais compreensivos (o outro nunca compreende! É iletrado de entendimento...).
Cada um é sempre o mais generoso (ainda que só tenhamos olhos para o nosso próprio umbigo, Ah, pois! Partilhamos com o umbigo que só por acaso até é nosso...)

... and so on                           and so on...                     and so on...



Será que ainda não entenderam que quem ama não aponta dedos? Não se compara com o outro como se ambos estivessem num campo de batalha a medir forças!

Quem ama não mede!
Não sente medo!
Quem ama vê o melhor do outro (sempre).
Quem ama dá sinais!

Quem ama dá-se simplesmente!

:)

1 comentário:

Sammael the Morning Star disse...

sim é verdade...mas difícil é mesmo amar então!!!


bfs

Seguidores