terça-feira, 21 de dezembro de 2010


É na sombra que percebemos os contornos...


5 comentários:

Alph disse...

a sombra também evoca contrastes
o escuro da noite e as suas incógnitas...
a luz do dia com a sua renovada esperança
o sol, a lua,
complementares, cúmplices...
um raio de luz que no seu esplendor
é capaz de rasgar um brilho suave, mas firme,
nos olhos vacilantes e tímidos da sombra…

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Emília disse...

Parabéns pelo seu trabalho neste espaço de partilha em 2010 e faço votos que 2011 seja um ano cheio de sonhos concretizados!
Um abraço

ad nostrum disse...

a sombra também evoca contrastes
o escuro da noite e as suas incógnitas...
a luz do dia com a sua renovada esperança
o sol, a lua, os cometas, as estrelas e os asteróides
complementares, cúmplices...
um raio de luz que no seu esplendor
é capaz de rasgar um brilho suave, mas firme,
nos olhos vacilantes e tímidos da sombra…bem, sem rodeios, a minha esperança é conhecer essa suavidade

alphaville disse...

"...nos olhos vacilantes e tímidos da sombra…" Alph disse... está dito.

Seguidores